A maior inovação de todas.

Estou lendo um livro de Marketing chamado The Invisible touch. Cheguei em um capítulo que me chamou a atenção e me fez pensar em algumas coisas.

Aí vai uma parte do livro:

Uma cena imaginária em Burbank, Califórnia, 1952. Oito representantes estão esperando pacientemente em uma pequena sala que tem o que eles não percebem, um espelho unidirecional em uma parede. Até que um rapaz chega – o facilitador para a sua discussão. Ele os envolve em algumas questões de quebra-gelo, em seguida, coloca a questão do dia:
“Imagine um parque enorme. No centro da foto, um castelo medieval de quatro andares com torres, pintados de um azul suave. Guiando até até o castelo, imagine uma rua larga com lojas de ambos os lados, imagine uma pequena cidade americana perfeita em 1915 – exceto que estas lojas estão imaculados, recém-pintadas, e cerca de dois terços do tamanho de um edifício normal.
“Ao andar pela rua você encontra pessoas vestidas de Pateta e Mickey Mouse e você vai até eles para cumprimentá-los felizmente. Em várias partes do parque, você encontrará um passeio por uma floresta, uma viagem de submarino, carros de corrida ao redor da pista, e outros passeios.
Você estaria interessado em tal parque?
Quer voar duas mil milhas para visitá-lo?
Quer pagar cem dólares por dia para sua família para visitá-lo?
Provavelmente a maioria das respostas a essas três perguntas teria sido, talvez, não, absolutamente não. E sendo assim a Disneyland e Disney World não teria sido construído.
Este tipo de investigação – o tipo que faz as perguntas que você poderia muito bem perguntar – é atormentado por três problemas insuperáveis.
Primeiro, tais perguntas são hipotéticas, e a vida é real. Nós gastamos nosso tempo e dinheiro hipotético de uma maneira muito diferente de como nós gastamos o tempo e dinheiro real. O que realmente é muitas vezes não é como aquilo que nós dissemos que poderia ser.
O segundo problema como “Você gosta disso?” A pesquisa é o que você descreve e o que você cumpre não é a mesma coisa. Imagine o pesquisador Disney hipotético, embora fosse vivo, não poderia capturar adequadamente a visão do tio Walt’s.
O problema final é a este conto de Disney sugere mais vividamente. A sua idéia mais inovadora, menor o número de pessoas que irão entender – e as pessoas têm grande dificuldade em imaginar que eles vão comprar algo que não conseguem entender.
Ainda mais importante, quanto maior inovadora a idéia, mais desconfortável a maioria das pessoas se sentem sobre isso. Verdade, novas idéias fazem as pessoas ficarem desconfortáveis. Quando Fred Smith trouxe sua idéia da Federal Express para seus professores com experiência empresarial e muito inteligentes, eles achavam que sua idéia nunca iria “decolar”; A Federal Express era muito diferente.
Você pode ver o padrão: Quanto mais inovadora a idéia, menos provável é a sobrevivência deste tipo de pesquisa minuciosa. E ainda quanto mais inovadora a idéia maior sucesso potencial.

 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que Nele crê, não pereça, mais tenha a vida eterna. João 3:16

Wow…

Isso sim é algo inovador… o amor de Deus por nós. Existe tamanha Boas Novas? Algo surpreendente que me fez pensar como muitas vezes não cremos o suficiente na Palavra de Deus a ponto de ir e começar a fazer sem duvidar. Como muitas vezes agimos da mesma forma, hipotética e dizemos “nosso mundo real é outro.” Mas Jesus veio para salvar, curar, transformar, dar vida abundante e atuar em nós como nunca imaginamos ou pedimos. Quando conversamos com nossos amigos, conhecidos ou mesmo quando evangelizamos, lembre-se, muito do que é novo ou algo inovador, as pessoas acabam deixando de crer e não aceitam pois acabam se apoiando em seu próprio entendimento ao invés de confiar e crer no que a Palavra de Deus diz e em suas promessas.

O Senhor prometeu estar conosco em todos os momentos de nossa vida, e que podemos todas as coisas através de Cristo que nos fortalece. Ele nos ensina a esquecer as coisas que ficaram para trás e viver pelas coisas que estão adiante, dizer para não se conformar com esse mundo mas ser transformados pela renovação de nossas mentes, ou seja pela Palavra de salvação. Rom. 12:2 – Não imitem a conduta e os costumes deste mundo, ou seja, cada um, uma pessoa nova e diferente, mostrando uma sadia renovação em tudo quanto faz e pensa. E assim vocês aprenderão, de experiência própria, como os caminhos de Deus realmente satisfazem a vocês. – (Linguagem Viva)

Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras jamais passarão.  – Jesus. (Mat.24:25)

Não temas, mas creia.

Obrigado Senhor.

Oliver Conovalov

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s